CBF divulga potes de sorteio da terceira fase da Copa do Brasil

Imagem

A CBF divulgou, nesta sexta-feira, os dois potes que serão sorteados na terceira fase da Copa do Brasil 2021. O sorteio acontece na próxima sexta-feira, às 14 horas, na sede da entidade.

Novidade desta temporada, a terceira fase terá a inclusão de 12 clubes, os oito classificados para a Libertadores, o nono colocado do Brasileirão e os campeões da Série B, da Copa do Nordeste e da Copa Verde. 

Os duelos serão realizados em ida e volta, e a definição dos mandos de campo também será definida através de sorteio. Não há desempate pelo número de gols marcados fora de casa.

Confira os potes:

  Pote 1: Athletico-PR, Atlético Mineiro, América Mineiro, Bahia, Ceará, Chapecoense, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco.

Pote 2: 4 de Julho, ABC, Atlético Goianiense, Avaí, Boavista, Brasiliense, Cianorte, Coritiba, CRB, Criciúma, Fortaleza, Juazeirense, Red Bull Bragantino, Remo, Vila Nova e Vitória.

Após deixar o Vitória, Walter reforça o São Caetano

Imagem

O São Caetano anunciou um reforço importante nesta sexta-feira (16). Depois de deixar o Vitória alegando motivos pessoais, o atacante Walter assinou com o clube do ABC Paulista até o fim do estadual.

Com a camisa do Tricolor Baiano, Walter disputou somente quatro partidas e não marcou gols. Na temporada 2020, pelo Athletico Paranaense, Walter fez 21 partidas e marcou só um tento.

Na lanterna do Grupo D do Paulistão, o São Caetano já havia acertado recentemente com os filhos de Marcelinho Carioca. Lucas e Matheus Surcin também assinaram até o fim da disputa do estadual. Já o técnico Paulinho McLaren assumiu o clube interinamente após a saída de Wilson Júnior.

Em reformulação e com apenas um ponto conquistado em seis partidas, o São Caetano só balançou as redes uma vez na disputa do Campeonato Paulista e já sofreu 13 gols. O próximo compromisso do Azulão é na próxima segunda-feira (19), diante do São Bento.

Ex-Inter, Abel Hernández é mais um reforço confirmado pelo Fluminense

Imagem

Seguindo a rotina de anúncios, o Fluminense confirmou, nesta sexta-feira, a contratação de mais um reforço para a temporada 2021. Trata-se do centroavante Abel Hernández, de 30 anos, que estava no Internacional.

O uruguaio, que acertou uma rescisão amigável, já teve seu nome publicado no BID, da CBF, e assinou com o Tricolor por um ano, com a opção de renovar por mais um ao fim do vínculo. Hernández foi revelado pelo Central Español, do Uruguai, e acumula passagens pelo futebol italiano, inglês, russo e árabe.

Em 2020, o jogador foi contratado pelo Inter, mas não conseguiu se firmar em Porto Alegre. Ao todo, foram 31 jogos e seis gols marcados.

Do pacotão acertado no início da semana, Abel é o terceiro reforço a ser anunciado pelo Flu. Antes do uruguaio, foram confirmados o zagueiro Manoel, ex-Cruzeiro, e o meia Cazares, ex-Corinthians. Agora resta apenas a oficialização da chegada do atacante Raúl Bobadilla, que chega por empréstimo junto ao Guaraní, do Paraguai. O Fluminense ainda acerta os últimos detalhes burocráticos para divulgar a contratação.

É OFICIAL! Taison está de volta ao Internacional

Imagem

Acabou a espera! Após 11 anos longe de ‘casa’, Taison está de volta ao Internacional. Nesta sexta-feira, através de suas redes sociais, o Colorado confirmou a novidade. Aos 33 anos, o atacante assina contrato de dois anos e fica no Beira-Rio até junho de 2023.

Nesta última quinta-feira, o jogador conseguiu a tão sonhada rescisão com o Shakhtar Donetsk e abriu caminho para o seu retorno ao clube que o projetou para o futebol. Apesar de ficar mais de uma década longe do Colorado, Taison sempre manteve uma boa relação com o clube e com o torcedor.

Em sua primeira passagem, o atacante conquistou a Libertadores, a Sul-Americana e dois Estaduais pelo clube. Além de sua longe experiência no futebol ucraniano, onde atuou por Shakhtar e Metalist, o jogador também acumula convocações para seleção brasileira.

Em 2018, inclusive, o Taison fez parte do grupo brasileiro na Copa do Mundo da Rússia. Agora, o Internacional trabalha para regularizar o atacante para disputar a fase final do Gauchão e a fase de grupos da Libertadores, que começa na próxima terça-feira contra o Always Ready, da Bolívia.

Fluminense oficializa contratação de Cazares

Imagem

Um reforço por vez. Após anunciar a contratação do zagueiro Manoel, o Fluminense confirmou, nesta quinta-feira, a chegada do meia Cazares, que estava no Corinthians. O equatoriano, que já está regularizado no BID, assina com o Flu até o fim de 2022.

Um reforço por vez. Após anunciar a contratação do zagueiro Manoel, o Fluminense confirmou, nesta quinta-feira, a chegada do meia Cazares, que estava no Corinthians.

O equatoriano, que já está regularizado no BID, assina com o Flu até o fim de 2022. Aos 29 anos, o jogador chega com o objetivo de encorpar o elenco do Tricolor das Laranjeiras para a disputa da fase de grupos da Copa Libertadores, que se inicia na próxima semana.

Cazares foi comandado por Roger Machado e companheiro de Fred no Atlético Mineiro, onde ganhou notoriedade no futebol brasileiro, e vai reeditar a parceria com o centroavante nos gramados e com o técnico na beira do campo.

Apesar da grande expectativa em torno da contratação do meia, o equatoriano não vive um bom momento. No Corinthians desde 2020, o Cazares não despontou no Parque São Jorge. Ao todo, foram apenas 27 jogos disputados, com dois gols e cinco assistências.

Vasco é cirúrgico, vence Flamengo no Maracanã e encerra jejum no clássico

Imagem

Cirúrgico, certeiro e letal. Adjetivos que traduzem bem o que foi o Vasco diante do Flamengo no Maracanã. O Cruz-Maltino se defendeu com maestria, soube neutralizar as tentativas de um adversário sem grandes convicções e quando pintou no ataque, de forma fulminante, definiu o clássico com autoridade, dando fim ao jejum: 3 a 1.

GETTY IMAGENS

O jogo teve o desenho esperado. O Flamengo ficou com a bola, pressionou e passou a maior tempo no campo de ataque. Do outro lado, o Vasco recuou suas linhas, fechou os espaços e esperou as oportunidades para fugir em velocidade.

A primeira chance foi rubro-negra, mas Bruno Henrique cabeceou para fora. Em resposta, o Cruz-Maltino abriu o placar. Aos cinco, Zeca cobrou escanteio pela direita na direção de Léo Matos, que subiu mais que Bruno Viana e cabeceou para o fundo das redes. Após o gol vascaíno, o panorama do clássico seguiu o mesmo. O time de Rogério Ceni, apesar de ter o controle das ações, foi inofensivo e sentiu demais a ausência de Arrascaeta.

O Vasco, por sua vez, continuou explorando as saídas para o ataque e chegou ao segundo gol. Aos 28, Andrey fez jogada pela direita, tentou cruzamento rasteiro e a bola sobrou com Morato, que conseguiu bom passe para Cano. O argentino, como de costume, dominou bonito e, com categoria, aumentou a vantagem cruz-maltina: 2 a 0.

Buscando uma mudança de panorama, Rogério Ceni promoveu duas alterações para a segunda etapa. Vitinho e Matheuzinho entraram nos lugares de João Gomes e Isla. O Fla até melhorou com as mudanças, mas não o suficiente para mudar o destino do clássico. Com cinco minutos, Gerson já tinha forçado Lucão a fazer boa defesa e Vitinho tinha acertado a trave. A pressão rubro-negra dava indícios de que poderia funcionar, mas o Rubro-Negro abusou dos gols perdidos.

O Flamengo insistiu, parou em Lucão, um dos grandes personagens do clássico, e voltou a sofrer um duro golpe. Eficaz, o ataque vascaíno precisou de poucas chances para definir a partida. Aos 36, após rápido contra-ataque, Morato recebeu de Galarza, deu belo corte em Filipe Luís e bateu no cantinho, sem chances para Diego Alves.

Na comemoração, o camisa 10 imitou Edmundo, ídolo vascaíno. Com autoridade, Vasco foi perfeito em sua estratégia e construiu, com merecimento a vantagem. Do outro lado, o Rubro-Negro ainda insistiu no ataque e foi buscar o gol de honra nos acréscimos. Aos 47, Diego finalizou em cima da marcação, e a bola sobrou para Vitinho, que bateu de esquerda e descontou: 3 a 1.

Que Taison chega ao Inter? Analisamos o desempenho recente na Ucrânia

Imagem

Taison está muito próximo de ser anunciado como reforço do Internacional. Embora qualquer operação envolvendo o Shakhtar Donetsk inspire cautela – os ucranianos são conhecidos por fazer jogo duro em negociações – tudo encaminha para um final feliz para o Colorado. A pergunta que fica é: que Taison volta a Porto Alegre?

GETTY IMAGENS

Quando deixou o Beira-Rio, em 2010, Taison tinha apenas 22 anos de idade. Foram 11 temporadas no futebol ucraniano, entre Metalist e Shakhtar Donetsk. Praticamente toda uma carreira longe do Brasil, o que torna natural questionamentos sobre a capacidade real do atleta, agora com 33 anos.

Taison certamente não vive o seu auge físico, mas o torcedor colorado não tem muitos motivos para se preocupar quanto a isso. Embora na reta final da carreira, o atacante não volta como um atleta decadente, e foi importante para o Shakhtar Donetsk nos últimos anos. A passagem pela Ucrânia foi um sucesso para Taison, e o atacante manteve o nível alto nas últimas temporadas. 

O atleta recebeu prêmios individuais de melhor jogador nos últimos dois anos no Campeonato Ucraniano, um sinal de seu bom desempenho. Na realidade, a temporada 2019/20 foi a melhor de Taison em números. Normalmente deslocado para as pontas, o ex-Inter marcou 11 gols em 38 jogos, seu recorde pessoal no Shakhtar. No Ucraniano foi o campeão de assistências, ao lado do companheiro e artilheiro Júnior Moraes e de Kartushov, do Desna, com oito passes para gol.

O rendimento de Taison sofreu queda na atual temporada e o jogador chegou a começar partidas no banco. Mas é difícil separar o peso do fim do contrato para a decisão, que levou o ex-capitão da equipe até a treinar em separado depois de desentendimento com o técnico português Luís Castro no jogo contra a Roma, em março (o brasileiro teria se recusado a entrar em campo na segunda etapa). Desde então Taison se manteve afastado, e com negociações com o Inter em andamento.

Ao todo, Taison coleciona seis títulos do Campeonato Ucraniano desde que chegou ao Shakhtar Donetsk, entre outros títulos. Sempre titular e importante, a ponto de ter sido nomeado capitão. Um bom reforço para o Colorado?